Agende sua consulta

Olá Cliente Nome!

Obrigado por entrar em contato com a Clínica Henrique Elkis, sua solicitação de agendamento de consulta foi recebida com sucesso.

Sua consulta ainda não foi confirmada, por favor aguarde que retornaremos o contato para confirmar os seus dados e a data da consulta.

Em caso de dúvidas ligue para:
11. 2165-2480

Atenciosamente,

Clínica Henrique Elkis

TRATAMENTO SEM CIRURGIA

Cerca de 50% das mulheres em idade reprodutiva
Têm ou terão mioma uterino.

Destas mulheres,
metade não apresenta nenhum sinal
ou sintoma de mioma.

FOTO ILUSTRATIVA

Imagem artistica para representar as mulheres

EMBOLIZAÇÃO

DE MIOMA

A embolização de mioma uterino está entre os procedimentos mais modernos da medicina, reconhecido por ser seguro e com uma recuperação mais rápida que os tratamento convecionais.

Descomplicando a embolização.

A técnica da embolização uterina é minimamente invasiva, realizada sob anestesia local e não precisa de pontos, pois não são feitos cortes.

Na região da virilha, onde passa a artéria femoral, o radiologista intervencionista faz um pequeno furo, de no máximo 2 milímetros, por onde é introduzido um cateter. Guiado por um equipamento de radiologia digital com alta definição de imagem, o especialista conduz o cateter até a artéria que leva sangue ao útero.


Geralmente a mulher que tem mioma não apresenta sintomas. Algumas menstruam mais que o normal. Independente da quantidade, tamanho ou localização do mioma o tratamento é necessário para melhorar a saúde da mulher.

 

O diagnóstico requer uma abordagem apropriada, mas pode-se
dividir as pacientes em quatro grupos mais comuns:

TRATAMENTO

A embolização uterina pode ser realizada com sucesso em quase 100% dos casos.

Algumas vezes surgem situações mais desafiadoras, como acontece em mulheres que têm uma cirurgia pélvica prévia ou têm variações anatômicas vasculares ou uma patologia vascular associada.

Neste caso experiência e o conhecimento do especialista em radiologia intervencionista, aliado aos recursos tecnológicos que a medicina moderna oferece, permitem resolver a maioria dos casos.

INTERNAÇÃO

O período de internação é
de apenas 24 horas,
não há cortes ou cicatrizes,
e a paciente pode voltar rapidamente
às suas atividades.

Após dois ou três ciclos menstruais,
a paciente volta menstruar normalmente.

BENEFÍCIOS DA EMBOLIZAÇÃO

  • Permite a terapia de reposição hormonal, se necessária
  • Preserva o útero e a possibilidade de fertilidade
  • Não deixa cicatriz ou sequela externa
  • Pode ser feito em regime ambulatorial ou, no máximo,
    necessita de um único dia de internação
  • A recuperação é muito rápida, permitindo que as pacientes retornem às suas
    atividades habituais apenas três a quatro dias após o procedimento
  • É altamente eficaz para controlar os sintomas provocados pelo mioma
    Trata todos os sintomas do mioma ao mesmo tempo
  • Os efeitos terapêuticos são permanentes, o que raramente torna necessário um procedimento adicional
  • Procedimento realizado com anestesia local

Mulher saudável
é uma mulher feliz!

MÉDICO ESPECIALISTA EM MIOMA

Dr. Henrique Elkis

Radiologista Intervencionista e
Cirurgião Endovascular
CRM 97865

Título de Especialista em Radiologia Intervencionista e Cirurgia
Endovascular pela Sociedade Basileira de Radiologia Intervencionista e
Cirurgia Endovascular

Membro da Sociedade Européia de Radiologia Intervencionista e Cirurgia
Endovascular - CIRSE

MBA em Gestão de Saúde pelo Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais
Recomendações:

De acordo com Dr. Henrique Elkis, a principal recomendação é que toda mulher consulte um médico que pedirá um histórico clínico completo, fará exame físico e solicitará ou revisará estudos complementares. Ao concluir que os sintomas são decorrentes da miomatose, o próximo passo é apresentar e discutir todas as opções terapêuticas disponíveis. Quando a paciente aceita realizar a embolização uterina, será necessário revisar os estudos laboratoriais e de imagem - que têm uma validade média de 30 dias - e então agendar a embolização.

Fontes Bibliográficas

ENVIE SUA DÚVIDA